13 fevereiro 2013

Novo Hyundai i30 - Só para os bobos

Que tal levar um hatch médio, da categoria do lindo Peugeot 308, do melhor em mecânica Ford Focus, do estranho mas completo C4, do belo e estiloso Bravo, por módicos R$ 75.000? Que tal colocar banco de couro e teto solar e levar este hatch para casa por R$ 85.000? Que tal pagar R$ 50.000 a mais em um carro para levar, debaixo do capô, o mesmo motor 1.6 usado no pequenino HB 20?

Gostou? Então o Hyundai i30 é o seu próximo carro! Olha a maravilha que te espera aqui em baixo:

Novo Hyundai i30 - Completamente diferente do anterior, melhorou em aparência e piorou em TUDO.
Bonitão... segue o conceito dos demais Hyundai, mas convenhamos, não se destaca, em nada, da (acirrada) concorrência atual. Diferentemente do Veloster, que tem na imagem seu diferencial, mesmo que seja cansativo, de mau gosto para muitos (principalmente dos admiradores dos carros alemães de curvas perfeitamente sóbrias e que ficam mais bonitos com o tempo), mas irresistível para outros, o novo i30 não tem motivos para despertar a irracionalidade do povo Brasileiro outra vez. O povo pagou  R$ 85.000 no Veloster (carro pequeno, sem motor compatível com sua proposta, envolvido em propagandas escandalosamente enganosas, e vendido acima de carros de categoria muito superior...) mas pagou por paixão (todo carro que desperte ódio a amor como o Veloster tem mercado de sobra para apaixonados), mas pagar R$ 65.000 que fosse no novo i30 seria muita insensatez, impossível de se justificar pela aparência (motivo pelo qual o Brasileiro passa até fome), e muito menos pelo conteúdo (mais sobre isto depois).

O teto panorâmico do 308 é um caso à parte... sem igual!
O novo i30 não tem diferenciais estéticos para lidar, por exemplo, com o maravilhoso teto panorâmico do Peugeot 308 (opcional que custa ~R$ 2.000 mas exige no mínimo o modelo Allure 2.0 manual) que, com o teto, sai por R$ 59.900, nem chega aos pés da mecânica e diversão proporcionados por um Bravo TJet (R$ 67.560), e está longe de se igualar ao lindo e moderno Chevrolet Cruze Sport (modelo automático por R$ 67.950, com muito mais items de série que o de entrada do i30), e não tem condições de ser mais confortável que o único carro com suspensão independente nas quatro rodas do segmento, o Ford Focus (mas cuidado, ele vai mudar logo, portanto não é bom negócio comprar à menos que ache um muito barato!).

Vamos confrontar o preço do i30 aos seus concorrentes diretos, os hatches médios com motor 1.6 (quando possível) de entrada:

  • Peugeot 308 Active 1.6: R$ 50.000 (você economiza R$ 25.000)
  • Fiat Bravo Essence 1.8: R$ 54.000 (você economiza R$ 21.000)
  • Focus GLX 1.6: R$ 51.500 (você economiza R$ 23.500)
  • Cruze Sport 1.8: R$ 62.000 (você economiza R$ 13.000)

Vamos confrontar o preço do top, automático, de seus concorrentes diretos... Oppsss, não dá! Não existem carros desta categoria com motor 1.6, ou abaixo dos 140 cavalos! Só mesmo a Hyundai para trazer um assim! O 1.6 do i30 novo é um motorzaço, mas só para levar o peso do pequenino HB 20, no i30 será um vexame... horrível! Uma lesma.

Então vamos comparar o i30 com os carros contra os quais a Hyundai o colocou para brigar, uma vez que entrou na faixa de preço dos R$ 75.000 aos R$ 85.000:

  • Honda Civic Sedan EXS Flex automático: R$ 80.000 (você economiza R$ 5.000)
  • Toyota Corolla Altis 2.0 Flex: R$ 81.000 (você economiza R$ 4.000)
  • Honda CR-V LX manual: R$ 87.000 (você gasta mais R$ 2.000 para ter, enfim, uma CR-V!)
  • Peugeot 3008 1.6 Turbo: R$ 85.000 (você empata, mas leva pra casa o melhor crossover do mercado, e infinitamente superior ao i30)
  • Peugeot 408 Sedan Griffe 1.6 turbo: R$ 76.000 (você economiza R$ 9.000)
  • Sportage LX 2.0: R$ 88.000 (por mais R$ 3.000 você leva a sensação SUV do momento - nota: eu não gosto, é caro demais para o que oferece)
  • Cerato Koup 2.0: R$ 83.000 (você economiza R$ 2.000)
  • Citroen DS3 1.6 turbo: R$ 82.000 (você economiza R$ 2.000 para ter um esportivo de verdade na garagem, e muito, muito mais bonito que o i30)
  • Citroen C4 Picasso: R$ 86.500 (por mair R$ 1.500 você leva um carro familiar de verdade)
  • Mitsubishi ASX 2.0: R$ 84.000 (por R$ 1.000 à menos leva uma SUV muito melhor que a Sportage pra casa)
  • Mitsubishi Lancer automático 160cv: R$ 72.000 (você economiza R$ 13.000)
  • Volkswagen Jetta TSi 2.0 turbo (200 cavalos): R$ 84.000 (você economiza R$ 1.000 e leva o melhor carro abaixo de R$ 100.000 do mercado nacional)
Cansei! São tantos carros infinitamente superiores ao novo i30, por preços bem menores ou parelhos, que dá até canseira pesquisar! É muito ALT+TAB pra cá e pra lá, google, FIPE, webmotors... UFA! 

Acho que deu para notar o singelo recado:

NOVO HYUNDAI I30 - SÓ PARA OS BOBOS.






4 comentários:

Unknown disse...

100% aprovado na critica !

Anônimo disse...

otima materia! HB20 Plus, deveria custar no maximo 52.000, mesmo assim eu compraria um Bravo!

Loudenvier disse...

Com certeza um Bravo dá um banho em qualquer HB20... Também prefiro o 208, pois a Hyundai consegue ser pior que a Peugeot no pós-venda... O Punto também é muito melhor que o HB20... Não sei porque no Brasil a Hyundai emplacou tanto!!! Seria muito bom se eles não tivessem emplacado desta maneira, pois os carros estariam sendo vendidos aqui aos preços justos que praticavam antes do sucesso inesperado do i30.

Anônimo disse...

Ridículo, mais uma marca q aderiu a moda dos carros caros com motor de geladeira. Já é complicado pagar caro aqui, ñ satisfeitos, querem q vc pague caro no lixo do lixo do lixo... se for pra comprar carro 1.6 eu compro um gol, fox etc. Q patético. Povo ignorante q vive de imagem q sustenta essa imundice. Vc sai na rua e ainda vê um monte de otário com esse troço na rua.